Arquivo da tag: casamento

Falta pouco mais de uma semana pra gente se rever…

Padrão

… e eu já estou pirando na  batatinha, juro. Estou com medo, com saudades antecipadas dos meus pais e amigos, do meu feijão de todo dia, do beijo de boa noite da minha mãe, do inferno que meus vizinhos fazem no fim de semana,  tô me sentindo cansada de já ficar em casa sem trabalhar (e esta é só a primeira semana), ai, com medo inconsciente de tudo, mesmo daquilo de que tenho certeza que vai dar certo.

Acho engraçado quando procuro por assuntos como tensão pré nupcial e encontro todas as noivas loucas com festa, convidados, docinhos, decoração _ “Como assim três meses e eu não fiz a segunda prova do vestido?”

Eu paro e penso que me caso daqui a um mês e tudo o que tenho prontos são o vestido e o  noivo. E me diz, não é o bastante? Tô surtando por coisas mais existenciais, vou parar de me martirizar por isso, pelo meu senso crítico. Aliás, pro meu sogro, meu senso crítico é elogio.

Eu devo ser mesmo um pouco diferente do senso comum. 😛

*Don’t stop me now – Queen

Chegou!

Padrão

Chegou a parte de cima do meu vestido!

Que vocês, obviamente, só verão durante/após o casório 🙂

Lindo meu corset, feito pela Rose Sathler, da Black Cat Corsets: http//www.blackcatcorsets.com

25 dias pra ver meu schatz de novo!

Iétzt wirds ernst! Die Hochzeit

Padrão

Aposto que depois dessa festança toda vocês acharam que os noivos desistiam ou ficavam cansados demais pra pensar em casamento! Nada disso! Tem agora o casamento, endlich!

Depois de tantas comemorações informais com vários grupos de graus diferentes de intimidade rs chegou a vez de ser um pouco Ernst, digo, sério 😉 O casamento no Standesamt ou na Kirche é sinônimo de mais comedimento (gostaram, fala sério?) e de pouca gente. Agora é a vez de chamar só mesmo as pessoas mais próximas e família, casar e comer um Kaffee und Kuchen em um Restaurant, ou mesmo uma festa mais elaborada, se é que depois dessa esbórnia celebração toda sobrou algum dinheiro pra investir no casamento propriamente dito. É algo mais parecido com o que fazemos no Brasil mas em escala, digamos, MUITO MENOR, Gott sei dank.

Desse aí só se sai casado ou depois de nocaute. *g*

Glossário:

Jetzt wird es ernst! : Agora (o negócio) ficou sério (Serve também para aquela hora de “O bicho pegou”)

Die Hochzeit : O casamento (em alemão, a palavra é feminina, por isso o artigo “die”);

Endlich: Finalmente

Standesamt: Cartório de Registro Civil

Kirche: Igreja

Ernst: Meu futuro sobrenome (!), que na verdade significa “sério” hahahaha suuuuper verdade!

Kaffee und Kuchen: Café e bolo, tradição em reuniõezinhas de fim de tarde

Restaurant: Duuuuh. Restaurante ¬¬

Gott sei dank (gótsaidank): Graças a Deus

Noite Jazz hoje 🙂 Georgia on my mind na (linda) voz de Ella Fitzgerald.

Pólterabend ou a segunda festa

Padrão

Fiquei vários dias ocupadíssima com outras coisas e deixei o blog de lado, sei. Mas não me sentia inspirada para escrever. Bem, ela voltou a bater em minha porta, a inspiração. Por isso, resolvi escrever sobre a tal Polterabend, que é a segunda festa das comemorações alemãs. Poltern é estalar, fazer um barulho estridente, já Abend é a palavra para noite. Daí você me pergunta: O que uma coisa tem a ver com a outra?

Eu digo: Tudo!

Na Polterabend, os convidados se reúnem de maneira totalmente informal em um churrasco ou almoço/ jantar na casa da noiva (Pense nisso mãe, você escapou) e trazem porcelana (!) para quebrar, seguindo uma máxima alemã que acredita que “Scherben bringen Glück”. É, veja pelo lado positivo, os cacos devem mesmo trazer muita sorte, já que seu destino nesta noite, minha cara noiva, é passar boa parte da festa junto com seu noivo limpando tudo (!), enquanto seus amigos espalham mais a merda os cacos e dificultam sua vida. A primeira grande empreitada juntos.

Já ouvi relatos que tem alemão que se desfaz até de resto de contrução e que até vaso sanitário entra na roda ( hein?). Desde que não seja de vidro, tá valendo: A tradição diz que quebrar vidro em vez de porcelana ou cerâmica traz azar pro casal, o efeito contrário ao desejado com os benditos caquinhos.

Bom, mas nem tudo são ruínas nesta festa. Como é bastante informal, um convida o outro que convida o um e todos aparecem na festa dispostos a se divertir. Come-se muito, bebe-se muito (preciso mesmo falar isto dos alemães?) e enfim, esta é uma noite longa. Antigamente celebrava-se um dia antes do casamento de fato…

Mas nada como tempos modernos. Os noivos hoje sabem que chegar ao cartório/igreja de ressaca não é lá muito elegante. Hic!

* Glossário

“Scherben bringen Glück” – Cacos trazem felicidade. (Ou sorte, a palavra é a mesma, você pode traduzir como quiser)

Casamento Brasil x Alemanha

Padrão

Hallo!!!

Depois de escutar meus amigos aqui tecendo comentários sobre um site de casamento que conta a piegas longa trajetória de um casal apaixonado em uma espécie de blog, resolvi cumprir com minha promessa de falar das diferenças entre Brasil e Alemanha. E o tema não poderia ser outro senão casamento.

Quem leu os meus poucos posts percebe de cara que estou dooooida por conta do meu casamento que vai acontecer em Julho. Pois é.

Agora, convenhamos, se noivas que estão por aqui e vão se casar fazendo o circo, a velha conhecida festa à brasileira, com todos seus badulaques e formalidades e todo s os convidados de pinguim de geladeira com reboco na cara, imaginem queridos, como moi me sinto aqui nesse mundinho de casamento germânico. Medo!

Por outro lado, estou beeeem feliz porque acho que a forma de casar da terra do chucrute realmente combina mais comigo: Menos pompa e mais festa. Literalmente, mais festa.

São pelo menos três festas:

Junggesellinnenabschied: Nossa famosa despedida de solteiro, que no Brasil normalmente é só dos homens (morram de inveja, meninas), também é das mulheres… e é no estilo perdição em Las Vegas sem Las Vegas, a menos que vc tenha muitos euros pra bancar a viagem, óbvio!

Polterabend: Uma noite antes do casamento (intervalo não recomendado pelos experts de plantão, visto que no outro dia você estará morto(a)) todos se reúnem em um local alugado ou no quintal da casa da noiva, geralmente. os convidados levam porcelana em todos os formatos e tamanhos IMPOSSÍVEIS (vale até se desfazer das porcelanas velhas, resto de obras etc etc) e quebra. Os noivos tem que limpar tudinho juntos. Dizem trazer sorte e união (pudera!) pro casal. A parte boa é que é uma festa super informal que não precisa de um convite em papel e que todo mundo chega numa boa, come um churrasco, bebe umas cervejas daquelas pequenas de 500ml/copo e tá tudo bem.

Hochzeit: O casamento propriamente dito. Dia de se vestir de noiva pra quem quer, o casamento oficial é para poucos, só para a família e amigos mais próximos, nada de chamar uma cabeçada substancial. Quem é de igreja casa na igreja, quem não é, tem o Standesamt aí pra resolver, como no meu caso 😛

Bom, estas são minhas impressões pelo que a família do Chris me conta, e pelo o que tenho lido. Parece beeeeeeeeem divertido, não? no próximo post Vou dar uma idéia de como são essas festas.

Küsse!

Glossário:

Standesamt: Cartório de registro civil

Küsse: Beijos

Noivas à beira de um ataque de nervos

Padrão

Não, não é do filme que estou falando. É do ataque de nervos real: o que os modernos como nós chamamos de Tensão Pré-Nupcial ou Tensão Pré-Matrimônio (formando a sigla infame TPM).
Juro que saí de casa na segunda-feira me achando a mais louca das criaturas por estar tão tensa com toda essa história de casamento, mudança etc. Isso até a hora do almoço e de conversar com minhas amigas do NEAMI e uma delas, me dizer que a irmã dela que também casa em breve está surtada com isso o.O Medo!

Daí resolvi começar a pesquisar pela net: Há vários sites sérios sobre o assunto! Bem, segundo a maior parte deles, os sintomas principais da TPN ou TPM são:

Noiva querendo resolver os mínimos detalhes de tudo;
Noivo nervoso com os ataques da noiva;
Preocupação intensa com as mudanças que virão, a ponto da pessoa não conseguir se concentrar em quase nada mais…

Bem, certamente há outros sintomas e “n” motivos para todo este stress. A notícia boa é que ele tem data marcada pra acabar: a do casório ^^ hehehehe

O que não garante que depois deles não venham outros 😛

Mas daí é ter um mínimo de otimismo e seguir em frente! E claro, não deixar o estresse chegar ao ponto de causar conflitos entre o casal e as famílias!

Música do dia: Les Fleurs – 4hero

Começou a papelada

Padrão

hehehe Começamos o ano a todo gás,  Chris no Ausländerbehörde e eu no Consulado.

Tenho lido bastante sobre a papelada e a via crúcis de muitas para se casar na Alemanha… pra gente até agora os Beamten estão simpáticos…. vamos ver até onde dura isso…

Liguei pro consulado aqui no RJ e o sr. Johannes me atendeu bem simpático. Quando perguntei do visto pra casamento ele já me deu a resposta categórica “você não precisa de visto pra casar na Alemanha”. Eu logo respondi que havia lido na página do consulado e que lá estava escrito que era possível pedir um visto pra casamento…

Sei que muita gente não pede, mas meine Meinung nach, acho melhor pedir o visto, porque assim o Ausländeramt já fica avisado que vai ter que te mandar um Aufenthaltsgenehmigung depois que os papéis do casório estiverem assinados. Eu tenho a impressão (não sei porque) que assim as chances de me mandarem voltar pro Brasil no fim dos três meses pra pedir a bendita Aufenthaltsgenehmigung diminui. Então vou pedir.

O visto sai em 7/8 semanas e você tem que mandar os seguintes documentos:

Termo de compromisso do noivo alemão (que ele pega no Ausländersamt);

Carta Convite do seu noivo;

Cópia do Pass dele;

Cópia do Pass da noiva;

Certidão de Nascimento atualizada;

Documento atestando que você é solteira;

Comprovante de conhecimentos de língua alemã correspondentes ao nível a1 da língua (o mais elementar, tipo: “Hallo, wie geht’s?”);

Duas fotos 3,5×4,5… (coisa de alemão o.O).

Isso, avisando porque vamos morar depois em Ludwigshafen e vamos nos casar na Alemanha mesmo…

Pra quem for casar no Brasil, ou não for morar depois na Alemanha, entre em contato com nosso bom e velho cartório e com o consulado da Alemanha.

Utilidade Pública:

Consulado Alemão no Rio de Janeirohttp://www.rio-de-janeiro.diplo.de/

Glossário:

Ausländerbehörde/Ausländersamt = Departamento de imigração

Beamten: Funcionários públicos

meine Meinung nach: Na minha opinião

Aufenthaltsgenehmigung: Autorização de permanência

Hallo, wie geht’s: Olá, como vai?